fuckoff

Sprint final causa irritação em corredora de 5k

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

9 Comentários

  1. Dionisio Silvestre disse:

    Só nos resta lamentar, pois o episódio não é digno de comentários!!!

  2. Marcio disse:

    Bem tipico de fracassada, eu mesmo nunca perdi no sprint final, ninguém manda ser uma fraca e além de tudo sem nenhum espirito esportivo.

  3. Alf disse:

    De repente ela não gostou pelo fato de quem a ultrapassou estar “dopada” ouvindo música. Mas não justifica. Feio.

  4. Corridas do Luizz disse:

    Já aconteceu algo semelhante comigo.
    Ao ultrapassar um corredor “amigo” ouvi algumas palavras de baixo calão.
    Aquilo me empurrou com mais ânimo para a chegada.

  5. Jaime Maria da Rocha disse:

    creio que a guria que foi ultrapassada tem que ter mais espirito esportivo , pois muitas provas somos ultrapassados na finaleira e nem por isso desrespeitamos nosso adversários.

  6. JULIANA disse:

    JULGAMENTOS E MAIS JULGAMENTOS! FALA SÉRIO! QUEM NUNCA SE IRRITOU E PERDEU A ELEGÂNCIA, A COMPOSTURA, DEIXOU A IRRITAÇÃO TOMAR CONTA???!! QUANTA HIPOCRISIA! O CARA QUE ESCREVEU ISSO NUNCA COMETEU UM ERRO? NUNCA SENTIU UMA IRRITAÇÃO AO EXTREMO E SENTIU VONTADE DE UMA ATITUDE SEMELHANTE?! PARABÉNS ENTÃO PQ TU É O CARA!

  7. Alf disse:

    Juliana,

    Certamente já ocorreu de todos os corredores, triatletas, nadadores, ciclistas, etc….levarem uma sprintada na chegada…Certamente todos (ou mesmo aqueles com mais espíritio esportivo e competitivo aguçados) ficaram irritados. Mas não quer dizer que eles tenham levantado os dedos médios para quem os ultrapassou…Ficar irritado é uma coisa. Ser mal-educado é outra bem diferente. E obrigado então por me chamar de “O Cara”….

  8. Humberto Alitto disse:

    Foi falta de educação mesmo. Seja amador ou profissional. E falta de humildade, auto-controle, não treina o psicológico dá nisto.
    Já vi coisa pior. Mas, quem treina em pista sob orientação de um bom instrutor, aprende ao longo da carreira a respeitar o adversário.
    A entender o momento. Tanto a adrenalina quanto a fadiga lidam dentro deste universo da performance com o psicológico.
    A adversária estava destraída ou alto suficiente na colocação. Foi ultrapassada como em qualquer outra competição.
    Não foi humilde, foi arrogante, faltou educação. Abra’cos.

  9. Jéssica Levadinha disse:

    Ao invés de fazer o gesto nada educado, ela poderia ter se concentrado em sua corrida e feito o melhor possível, independente da adversária.
    Perdeu tempo, fôlego, concentração, ritmo com isso.
    Corra por você mesmo em primeiro lugar, aprenda a reconhecer quando alguém é melhor que você e treine para melhorar o seus próprios tempos e consequentemente os adversários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *