respeito (1)

Sou amador sim, mas quero respeito!

Escrito por

Renato Mello É empresário, casado e pai, não obrigatoriamente nesta ordem. Tem o esporte em sua vida desde a infância: futebol, natação e surf foram os mais competitivos e que lhe renderam algumas medalhas. Mas foi na corrida, em especial nas ultramaratonas, que descobriu sua verdadeira paixão: treinar o corpo e a mente para percorrer longas distâncias. Não se engane com seus precoces fios de cabelo branco, a sua juventude está estampada no rosto, no seu estado de espírito e na sua excelente performance nas corridas.

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

17 Comentários

  1. Cirinho Di Palma disse:

    Valeuuuuuuuuuuuuuuu

  2. Jose carlos dias disse:

    É isso ai. Temos muita Dedicação e Disciplina. Me envie algumas planilhas de treinos para Ultrs.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Olá Jose Carlos, grato pela visita. Em relação as planilhas, passe para mim no e-mail abaixo algum histórico seu de treinos que vejo alguma coisa com meu treinador! target="_blank" href="mailto:formatoformatovisual">formatoformatovisual.
      Abração!

  3. Rosimeire Assis disse:

    Hei parceiro…

    Amei seu relato… Queremos e merecemos todo o respeito do mundo como atletas e porque não também como profissionais. Gastamos muitas vezes mais que um profissional que tem patrocinio. Vc esqueceu de mencionar os gastos com médicos, exames e fisioterapias.
    Muitas vezes eu chego ao final de um semestre e me pergunto onde foi que arrumei essa grana toda prá gastar com as corridas… Me lembro que deixei de fazer tantas outras simplesmente pelo amor ao esporte… Prometi que em 2013 vou treinar mais e correr bem menos…rsrsrsrs

    Bjks e até breve….

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Olá parceira, é verdade, tem mais gastos que esqueci, mas como você mesma disse, foi pelo amor ao esporte, então foi merecido!
      bjs e até!

  4. Adolfo Neto disse:

    Amador não é aquele que ama? Não sei se a origem da palavra é mesmo essa, mas se for, é muito mais merecedor de respeito do que o profissional que não ama o esporte, que após o fim da carreira larga tudo.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Olá Adolfo, se for esta a origem da palavra cai como uma luva né?
      Realmente existem alguns profissionais que acabam colocando a grana na frente dos pés, não são todos, porque também acho que para treinar e chegar a ser atleta de ponta, sem gostar do que faz é bem complicado!
      Valeu pela visita, apareça mais vezes! abraço!

  5. Prof. José Luís Feitosa disse:

    Parabéns Renato!

    Digo mais! Somos nós, os milhares de amadores país afora, norte, sul, sudeste, nordeste e centro-oeste que sustenta esse belo esporte. E pode ter certeza que num fim de semana, em algum lugar dessa nação tem uma corrida com meia dúzia de profissionais e no mínimo uns 500 amadores se falar das provas tradicionais que essa proporção aumenta da meia dúzia por uns 3 mil amadores. E todos lucram, E a industria de material esportivo, hotéis, empresas aéreas entre outros na cadeia que nem se dão conta disso, como certa vez num shopping em Brasília que faltou macarrão na praça de alimentação e não sabia que a maioria das pessoas que estavam ali eram corredores..
    E isso aí! Somos dedicados por que amamos o esporte, fazemos o esporte.

    Ps. As revistas publicadas sobre os esportes são dedicadas aos amadores não aos profissas, pois se assim fossem estariam quebrados.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Professor José Luis, é verdade, ainda tem este lado da indústria esportiva, das corridas e muitos outros sustentados por nós amadores, é assim em quase todos os esportes. Agora este caso de Brasilia do macarrão é sensacional hein!
      Abraços e valeu pela visita, espero tê-lo mais vezes por aqui!

  6. ULTRA Sandrinha disse:

    Permita-me a expressão: PQP, que texto maravilhoso!!!
    Disse tudo que eu tenho vontade de dizer mas não conseguiria expor com tanta maestria. Falou por mim, falou por nós, atletas amadores profissionais (“será que existe essa categoria”?) rs, que por tudo isso e muito mais, merecemos RESPEITO!!!
    Grande abraço, continue nos premiando com postagens assim.
    Sandrinha Grisi
    Salvador-BA
    target="_blank" href="http://www.ultrasandrinha.blogspot" rel="nofollow">http://www.ultrasandrinha.blogspot

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Oi Sandrinha, saiba que é um enorme prazer ter você aqui neste espaço, seja muito bem vinda!
      Valeu pelas palavras! Espero vê-la mais vezes, ou aqui, ou nas ultras da vida!
      abração!

  7. ULTRA Sandrinha disse:

    Valeu amigo, a gente se vê sim
    FELIZ ANO NOVO!

  8. Lucio Coelho disse:

    Belo testo, muitos não nos respeita e ate debocha da gente esse tiozinho ai corre…. kkkk faço muito melhor do que ele.”aaa mais não faz mesmo”, respeito pelos 2425 KM rodado no ano de 2012, respeito por ser amador com muito orgulho, respeito e so, por falar em tiozinho tenho 52 anos e faz 2 anos que treino, e vou completar minha 10 maratona em 2013.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Olá Lucio, valeu pela visita, e é verdade, merecemos respeito, apenas isso já está bom né, o resto corremos atrás. Aliás no seu caso correu muito em amigo, parabéns pela KM alta em 2012 e pelas 9 maratonas, que venha a décima!
      abração!

  9. alberto marangoni disse:

    Renato, o atleta de ponta, aquele que vence provas, coleciona vitórias e muitas derrotas também. Estes fatos o levam normalmente a um estado de insegurança e possível depressão. O amador só coleciona vitórias, porque cada dia, cada treino, já é uma graça.

    Abraço.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Meu amigo beto, saudades rapaz de nossas provas…rs
      É verdade, nós amadores estamos sempre vencendo, dia após dia, muito bem colocado.
      Abração e espero ver você a a claudinha em breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também...