BR 217 em janeiro de 2013

Prontos para serem Ultramaratonistas!

Escrito por

Renato Mello É empresário, casado e pai, não obrigatoriamente nesta ordem. Tem o esporte em sua vida desde a infância: futebol, natação e surf foram os mais competitivos e que lhe renderam algumas medalhas. Mas foi na corrida, em especial nas ultramaratonas, que descobriu sua verdadeira paixão: treinar o corpo e a mente para percorrer longas distâncias. Não se engane com seus precoces fios de cabelo branco, a sua juventude está estampada no rosto, no seu estado de espírito e na sua excelente performance nas corridas.

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

19 Comentários

  1. Aline Carvalho Aline Carvalho disse:

    Opa! Bacana! Temos que marcar uma corrida! :o)

    Quando treinei para as ultras que fiz, corri ainda menos que isso! Hehehehe… Sempre corro de 3 a 4 vezes na semana e complemento com pedal. Meus ossos não gostam tanto de correr quanto a minha cabeça.

    De uns anos pra cá, passei a correr dias alternados e terrenos alternados também.

    O ápice da minha vergonha com estes rótulos foi numa apresentação em diretoria onde estava todo o board da empresa… Fui apresentada assim “Esta é a Aline Carvalho, triatleta, Ironman e ultramaratonista!”.

    Kkkkkkkkk… Eu fiquei meio sem jeito e embalei “Engenheira de produção, com mestrado nesta área e MBA em Administração de Empresas. Mas isso só nos intervalos dos treinos!”.

    Fiquei lá por quase 6 anos. Até que não foi uma primeira má impressão!

    Beijo e bons treinos!

  2. Marco Bossetto disse:

    Renatão, como sempre, belo texto!! Sem dúvidas a paciência e o controle mental são as grandes receitas para se correr uma Ultra……mas vc acha mesmo que não somos diferentes? Ao menos um pouco de loucura nós temos, rsrsrs…..concordo que qualquer um, com um pouco mais de treino e alguma experiência em corridas, consegue fazer uma Ultra, mas que nós temos “barulho de trem” na cabeça nos temos, rsrsrs…Forte abraço!!!

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Marcão, pode ser que este barulho de trem venha de mansinho, como aquelas marias fumaças mais velhas, e então depois de alguma rodagem e muitos treinos, ai sim, o barulho fica alto! Abração amigão!

  3. Zequinha Monteiro disse:

    Grande Renato.

    Gostei do seu post, pois mostra parte da realidade de um ultra, eu pessoalmente concordo contigo.
    Não tenho camiseta estampada ULTRAMARATONISTA , mas deveria ter , pois como corro lento , quem olhar para mim poderá dizer:

    Se ele é ultramaratonista eu também posso ser. rsrsrs

    Um ultra abraço

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Grande Zequinha, ser um ultramaratonista é fácil, difícil é correr ultras e ainda ser o Zequinha que conhecemos, isto sim não há treino que ensine. Abs.

  4. Rogerio Vaz disse:

    Utramatonista….Qualquer um pode!!!!

    Engraçado Renatão que estavamos conversando eu e minha esposa neste fim de semana sobre todas essas coisas de corridas e ultras, ela dizendo que os ultras são malas e tal, brincadeiras a parte eu disse pra ela que correr uma prova de 10km abaixo do tempo que esta habituado é muito mais dificil do que correr uma Ultra, claro que correr a prova de 10km apenas por correr é simples e sem graça, mas faze-la na forma que queremos com o tempo que queremos, é dificilimaaaaaaaa, e disse pra ela que a unica diferença entre o ultra e o corredor de provas curtas é.:

    O ultra ele treina em qualquer piso, condições climáticas, ou seja, ele treina…

    Renatão vai fazer segunda etapa morumgaba…Podemos ir juntos de novo, eu,vc e claudinha!!!!
    Abraçosssssssss

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Olá Rogério, grande prazer ver você por aqui cara! Mas também acho que com dedicação e tempo a maioria dos corredores pode se superar e conseguir correr 50, 60 e até mais kms. Ainda não sei se vou para morungaba, mas se for pode apostar que colo em vocês de novo, mas até os 40 ou 50, é até onde aguento o ritmo de vocês. Abração.

  5. Roberto C. de Mello (Beto Ultra) disse:

    Renato, talvez seja muito mais complicado do que parece.Tente convencer algum amigo de corre 10 km para virar um ultra, você vai ver que para ser um ultramaratonista tem que ter esta dedicação na alma, e não só nos treinos, até por que os que passam pelo que nós passamos nos treinos já tem na alma o que eu quero dizer, e veja que as descupas são sempre as mesmas: Não tenho tempo para isso, etc…
    Mas afinal, alguem aí tem tempo sobrando? Eu pelo menos acordo ás 4:45 da manhã para trabalhar, trabalho 12 horas por dia e ainda assim vou correr á noite mais umas 2 horas, e com vocês acredito que é o mesmo.

    Abraço.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      fala Betão, é disso que falo, você dá seus pulos e arranja tempo pros treinos, esta determinação, difícil de se encontrar, pode estar em outros corredores, mas eles têm que tentar, pode ser este o maior desafio! Você conseguiu e faz isto muito bem amigão! Abs.

      .

  6. Fábio Namiuti disse:

    Sou caçulinha nesse clube, mas não poderia concordar mais. E vivo falando isso por aí também. Quem tem saúde, vontade e tempo para treinar e se preparar direitinho, mesmo sendo comum, é capaz de coisas extraordinárias.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Olá Fábio, valeu a visita, concordamos nisso sim e este ano você mostrou e sentiu na pele a transformação dos treinos em realidade. Parabéns!

  7. Marcelo Batista disse:

    Bom dia Renato.
    Estou bem empolgado em fazer a Travessia Torres Tramandaí, 81km. Fiz três maratonas com tempos entre 3h31′ e 3h48′. Poderia me ajudar com uma dúvida? Estou planejando, no máximo um longo de 50km, acha pouco? A maior rodagem semanal está em 106km.
    Valeu.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Olá Marcelo, prazer ter você aqui, vou tentar te ajudar baseado no que faço, mas com certeza o correto é procurar um treinador que possa lhe orientar com mais precisão. Seus tempos em maratonas são muito bons, pelo jeito você é um atleta forte para poder correr neste ritmo pelos 42km. Isso já te ajuda, na TTT você vai precisar de bastante força, quase tanto quanto rodagem, então capriche na musculação e fortalecimento. Nas rodagens, acho que 50km é um excelente treino, não precisa ser mais do que isso, no meu caso especifico, em fase de preparação para as provas, faço longos em média de 30 até 40 km, porém faço todos os finais de semana, chegando a ter semanas de 130km rodados, isso durante uns 2 a 3 meses antes da prova. Cada caso é um caso, mas como disse no texto, dá para fazer sim, mas precisa se programar, treinar sem preguiça e fortalecer sempre! Abração!

      • Marcelo Batista disse:

        Valeu Renato.
        Na minha programação estou fazendo 4 treinos entre 30km e 40km,3 entre 40km e 50km e dois acima de 50km. Sou estudante de Ed. Física, quase me formando e trabalho em uma assessoria de corrida, mas nunca tive esta experiência que você tem. Como acredito muito na mescla entre a parte científica e a parte prática procurei na internet pessoas que tiveram esta experiência e mandei msg pata ti e para o Jorge Cerqueira, este militar de carreira da Aeronáutica como eu. Valeu pelas dicas, estou bem empolgado com este desafio. Qualquer coisa que precisar aqui do sul faça contato.
        Abração.

        • Renato Mello Renato Mello disse:

          Valeu amigão, excelentes volumes em treino, bastante rodagem, irá fazer diferença sim, precisando estou por ai. O cerqueira é o cara, ele falou tá falado. Rs abração.

  8. Lucas Franco disse:

    Sabemos que geralmente ultramaratonistas são aqueles corredores mais experientes, com grandes marcas nos 5… 10… 21 KM.
    As grandes distâncias para jovens atletas não são recomendadas?
    Qual a idade para o atleta pensar em correr uma ultramaratona?
    Sabe me dizer qual o brasileiro mais jovem a completar uma ultra? sendo em uma competição amadora ou profissional!?!?!

    • renato mello disse:

      Olá Lucas, tudo bem? As grandes distâncias ainda estão mais próximas dos mais experientes corredores porque elas exigem uma certa bagagem de corrida e principalmente muita disciplina e tempo para treinar, coisas que nossos atletas mais jovens ainda estão amadurecendo. Não consegui esta informação sobre o ultra mais jovem, o que posso te dizer que a faixa etária diminui a cada ano, mas isso não significa que a qualidade do atleta acompanhe esta evolução. Ainda acredito que uma boa experiência em corrida e principalmente um excelente auto-conhecimento ainda são os fatores que diferem um ultra de um pretendente a ultra. Mas as portas das ultras estão sempre abertas e todos serão sempre bem-vindos. abração.

  9. ED JUNIOR disse:

    Ótimo post,Decidido, vou virar um ultramaratonista, Que meus joelhos decidam também. kkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também...