Escolhi o caminho mais fácil!

La Mision, a Surra da Montanha

Escrito por

Renato Mello É empresário, casado e pai, não obrigatoriamente nesta ordem. Tem o esporte em sua vida desde a infância: futebol, natação e surf foram os mais competitivos e que lhe renderam algumas medalhas. Mas foi na corrida, em especial nas ultramaratonas, que descobriu sua verdadeira paixão: treinar o corpo e a mente para percorrer longas distâncias. Não se engane com seus precoces fios de cabelo branco, a sua juventude está estampada no rosto, no seu estado de espírito e na sua excelente performance nas corridas.

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

26 Comentários

  1. Éber disse:

    Eu imagino que você não tenha nada a provar a ninguém, então isso é uma questão só sua. Se deu vontade de parar, parou e já era, ano que vem tem a prova novamente, vá lá e acerte as contas com você mesmo, mas vire essa página, é preciso.
    Por esses quilômetros que você correu, dá pra dizer que é mais difícil que a BR135?
    Na minha primeira BR135, em 2007, não desisti em Inconfidentes por pouco, na verdade já estava decidido a isso, mas uma boa pratada de comida me fez mudar de idéia.
    Pra finalizar, veja com você mesmo oque o fez parar e treine encima disso. Até a largada lá!

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Olá Éber, tudo certo? Esta prova é bem diferente da BR, acho difícil comparar uma com a outra, neste caso as subidas são quase que para escalar, usando inclusive mãos e cordas que a organização montou no percurso. Mas você tem razão, tenho que ver o erros e treinar, valeu amigão!

  2. Rosimeire Assis disse:

    Meu parceiro e meu amigo… Juntos e avante em 2014… Quanto pior melhor…rsrsrs
    Desencana, engole o choro e vai treinar pois daqui a três meses temos BR pela frente…

    Bjks

    Meire

  3. Rodrigo Kaveski disse:

    Senna liderava Monaco ’88 com uns 40 segundos de vantagem, ele ia mais e mais rápido, a equipe pediu pra ele aliviar, ele ignorou. Bateu e viu o Prost vencer, não ficou nem no pódio. Em 10 anos de F1, ganhou 3 campeonatos. A seleção de futebol, participou de todas as Copas do Mundo, venceu 5.

    Não me parecem exemplos mal-sucedidos… A gente sabe dos altos e baixos do esporte que escolhemos, vc entrou no baixo e não esperou o alto voltar, como vc mesmo escreveu, com outras palavras. O DNF que tive no XTerra 50K 2012, foi a melhor coisa que poderia ter acontecido, me ensinou muito, principalmente sobre estratégia.

    Vc é um vencedor.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Valeu Rodrigo, grato pelas palavras e pode apostar que mais do que bode, tirei muitos proveitos disto tudo, agora com a cabeça mais fresca percebi meus erros e acertos! abraços!

  4. Fernando Schwery disse:

    Amigo,
    Frase pronta para o momento…”Você não foi o primeiro e não será o último a desistir de uma prova…” Supera logo isso e volta a treinar! Se quiser, próximo sábado tem Bertioga Maresias….Vamos no solo???
    E para finalizar, outra frase pronta…”…Burro é aquele que NÃO aprende quando PERDE…” Levanta a cabeça e segue o caminho!!!

    Grande abraço,

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Fernandão, vou te responder com uma outra frase pronta: “Manda quem pode, obedece quem tem juízo” Você falou tá falado!
      Grato pela visita e pela força! Boa prova em Bertioga, desta vez fico na torcida apenas!

  5. Roberto Carvalho de Mello disse:

    Renato, ninguem mais do que eu sabe o que passou e o que está passando.Eu estava lá, lá com você, naquele momento que estava desistindo, tentei te convencer, mas achei que não tinha direito de induzir você a continuar, pois não estava no seu corpo, talvez na sua mente apenas, pois eu também pensei nisso no Ibama, mas achei que estava bem e não podia fazer isto comigo mesmo.Imaginei exatamente o que está passando, o outro dia seria terrível, talvés pior do que naquele momento, e olha que ninguem que está lendo seu artigo imagina o que passamos. Mas é isso aí, bola pra frente, ano que vem tem mais, e outras provas também, e uma coisa que temos que saber é que nem sempre nosso corpo é o limite, as vezes nossa mente tem que ser bem mais forte naquele momento, pois é ela que move toda esta máquina. Um exemplo disso foi a Tomiko, hoje eu não tenho explicações cientificas de como conseguiu terminar, uma senhora de 63 anos, passando naqueles barrancos intermináveis. Uma coisa posso dizer, as minhas palavras não te ajudaram naquele momento, mas você me ajudou muito, pois me disse para seguir com aqueles que te acompanhavam aquela hora, e talvés por ter a companhia do Antônio, que aceitou ir em frente, foi o que determinou meu sucesso na prova. Um abraço e quero dizer que você foi um guerreiro sim e que terminaria sim se fosse conosco.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Roberto, você mostrou mais uma vez sua força, bela prova sua e do Antônio. Também acho que se estivesse com vocês terminaria, isso que me deixou mais aborrecido. Mas minha decepção fica pequena perto de ver a vitória dos amigos como a sua e de muitos lá em Serra Fina. Abraços e nos vemos em breve!

  6. Hernani Oscar disse:

    Já te vi correr com muita garra e determinação, e recebi também um enorme elogio seu; mas, um dia pode ser o corpo que seja mais determinado que a mente, quando? só ele sabe. Parabéns por todas as vitórias, que é isso que vc é. o restante faz parte da experência. Há poucos dias o Valmir Nunes foi perguntado se ele estando bem preparado, já havia desistido de alguma corrida que pretendia vencer. Ele disse: Putz, Muitas, na hora houve um momento que preferi parar, é normal. Abraço.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Hernani, grande ultra, valeu pelas palavras, desta vez não deu mesmo, mas você bem sabe que outras aparecerão pra novas tentativas. Sobre o Valmir Nunes e as desistências já sabia e pode apostar que serve sim de alento. Espero ver você em breve competindo! abraços!

      • Hernani Oscar disse:

        Conheci o Zéquinha, do PdE, pessoalmente na Rio24h Fuzileiros Navais, e conversamos, perguntou por vc. havia tempo né, e fui bem de novo, 1ºCat., era o dia da mente, rsrsrsr. Abraço.

        • Renato Mello Renato Mello disse:

          Atualmente você só tem tido dias bons rsrs, aproveite. Parabéns rapaz. Ainda não conheço o Zequinha pessoalmente, azar o meu, porque pelo que seu é um cara sensacional! abraços pros dois!

  7. Gayber Silveira disse:

    Renatinho GUERREIRO, porque não? Um passo para traz e dois passos para frente. tudo é um aprendizado e certamente na proxima voce supera estas dificuldades.

    Sempre forte

    Chef

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Grande Chef, que bom ter você aqui meu amigo, com certeza aprendi muito lá na Serra Fina e vou levar estas lições pra vida, não só pras corridas.
      Desejo sucesso pra você nos 75 de Bertioga, mostra pros caras quem é o chef lá! rs
      Abração, e aproveitando, lembra que conheci sua família na Maratona de SP? Família linda meu amigo, parabéns!

  8. Tancredo do Rosário de Moura disse:

    Caro Renato,
    Não o conheço entretanto imagino como tem sido
    Difícil os momentos ‘pos desistência’.
    Estou – ainda – distante desse desafio, mas
    Considero ser vencedor toda pessoa que aceita
    Enfrentar esse grande desafio, e certamente você
    E um deles.

    Tancredo

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Olá Tancredo, muito obrigado pela força, verdade que apenas estar lá já vale bastante, quem sabe não estaremos juntos em alguma outra, é só questão de tempo. abs

  9. Antônio Taciano disse:

    Olá, Renato e Roberto, parceiros meus na Missão Serra Fina. Posso dizer que com cada um fiz metade da prova e no todo, aprendi mais do que em todas as outras provas juntas. Foi uma honra tê-los ao meu lado.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Antônio, que bom que me encontrou aqui rapaz, assim posso te agradecer publicamente pela companhia na prova, se te ajudei saiba que a recíproca foi bem maior, e parabéns pela conclusão da prova junto com o Roberto, pena não estar junto de vocês, mas fiquei muito feliz com seu sucesso. abração e apareça sempre por aqui!

  10. Carla Silveira disse:

    Isso ai Renato, ano que vem tem mais! Foco e garra sei que não faltam em você! Parabéns por todas as suas conquistas, e obrigada por dividir com a gente mesmo os momentos de dificuldade, isso só me motiva a continuar tentando, mesmo que de vez em quando a gente não consiga evitar um passo pra trás!

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Carla, minha amiga, é dividindo estes momentos difíceis que damos a volta por cima, sabe por quê? Porque ouvimos palavras como as suas e as de todos nesta pagina, sempre confortando e dando suporte. Claro, quando for pra bater e criticar a porta é a mesma, tenha certeza, mas no momento quero apenas carinho. rs. abração!

  11. heloise disse:

    Renato, não te conheço, mas eu sei perfeitamente como vc se sente, mas é assim mesmo, a gente se arrepende depois, porque não está sentindo mais o que sentia no momento. Naquele momento você fez a coisa certa, fez o que seu corpo pedia, nada mais importante que isso. Eu parei faltando 10km para completar a prova, fiz a short de 40km, mas meu marido já iniciou a corrida lesionado e a descida acabou com ele. Também fiquei procurando motivos por eu ter parado se EU podia continuar… E acredite, NAQUELE momento eu tinha que parar. Como poderia eu chegar e ele não? Como eu poderia ficar feliz e ele chateado? Foi assim que me convenci. E 20 dias antes haviamos completado a La Mision Champaqui, na Argentina, seria demais finalizar sem danos… Precisamos respeitar o corpo. Não gosto da palavra abandonar que eles usam, diminui mais a nossa capacidade. Considere interromper…!
    “Abandonar” as vezes pode ser o caminho mais curto pra novas conquistas…Procurar essa capacidade de conhecer nosso próprio limite e tomar decisões certas, no momento certo isso sim não podemos abandonar! Não se cobre tanto, não é sinal de fraqueza, apenas aceite aquele momento que você se respeitou. Serra Fina 2014 temos contas pra acertar também!! grande abraço!

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Olá Heloise, tudo bem? Pelo seu relato acredito que sabe exatamente como me senti mesmo, mas já melhorei muito desde que escrevi o texto até hoje, agora penso nesta “interrupção” apenas 1 ou 2 vezes ao dia, rsrs.
      Que legal que fez também Champaqui, deve ter sido belíssima né?
      Muito obrigado pelas palavras, corretas e ponderadas e também espero que seu marido se recupere logo.
      Serra Fina em 2014 nos espera, desta vez sem interrupções!
      Abraços.

      • Heloise Marlangeon disse:

        Com certeza desbafar faz bem e libera a “culpa” rsrsrs! Eu tb não estava me sentindo bem das pessoas dando parabéns (merecemos de qualquer maneira) ou comentando as fotos… a humildade de desabafar é para poucos, mesmo que muitos sintam necessidade! Parabéns! Bom final de semana!

  12. Henrique Martes disse:

    Olá Renato, tudo bem? Espero que sim.
    Pesquisando um pouco mais sobre a Half Mision de 2014 que encontrei o seu site.
    Espero que esteja inscrito e animado para este corrida de 2014! Estou bastante ansioso e contando os minutos para estar frente-a-frente com umas das maiores montanhas do Brasil.
    Um grande abraço, Henrique.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também...