Pensou uma desta em cada escola?

Domingo é dia de Futebol

Escrito por

Renato Mello É empresário, casado e pai, não obrigatoriamente nesta ordem. Tem o esporte em sua vida desde a infância: futebol, natação e surf foram os mais competitivos e que lhe renderam algumas medalhas. Mas foi na corrida, em especial nas ultramaratonas, que descobriu sua verdadeira paixão: treinar o corpo e a mente para percorrer longas distâncias. Não se engane com seus precoces fios de cabelo branco, a sua juventude está estampada no rosto, no seu estado de espírito e na sua excelente performance nas corridas.

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

5 Comentários

  1. Hernani Oscar disse:

    Renato, correto; é isso mesmo. mas pelo menos nos parques aos sábados e domingos noto que primeiramente o pessoal sai pra praticar seu esporte, futebol, principalmente de corridas, e até rúgbi, depois almoço, visitas curtas a parentes, restaurantes e mais tarde, como não tem nada passando, coisas amenas por falta de opção, alguns ou por gostar mesmo, o futebol; mas hoje, poucos deixam de fazer suas atividades por causa dele, como vc disse, mesmo na TV e com enormes patrocínios. futebol é ao vivo e diverte (ponto), mas a programação da TV aberta não é ruim é de pior a sofrível, mas estimulante para deixar de assistí-la ou mudar de canal ou sair pra correr, pedalar, etc… Aí a TV e futebol não levam! continuando, e ao pessoal, pratiquem qualquer coisa em vez da pobre TV, vamos ganhar, já somos 5 milhões? ótimo, seremos mais juntando outros esportes, e pode demorar, mas ELES VÃO CORRER ATRÁS, pode crer!

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Hernani meu amigo, pode apostar que neste duelo televisão X sair do sofá a briga é dura, também espero que possamos ganhar, quem sabe.
      Mas o importante é fazermos nossa parte, e principalmente, no nosso caso em particular, como somos mais experientes (não velhos, rsrs) devemos dar exemplo e incentivo.
      Grato pela visita, abração

  2. Gabriel von der Heyde disse:

    A maneira mais sensata é não assistir o futebol, mude de canal. Meu pai nunca foi fanático por futebol e claro que me influenciou e desma maneira sempre preferi a corrida, o tenis, a vela, a natação. Pobre o País que vive apenas de um esporte.

    • Renato Mello Renato Mello disse:

      Gabriel, correta sua posição, qualquer dependência única de algo é sempre desgastante e pequena, precisamos de variedade para escolha, principalmente para nossas crianças, dai a importância da divulgação mais eficiente deste esporte que tanto amamos!
      Valeu pela visita!
      abs.

  3. Thiago disse:

    Oi, Renato! Não ligo pra os exageros do futebol. Aliás, acho ótimo que isso não aconteça com as corridas. Se algum dia esse montante de dinheiro for direcionado para as corridas, acredito que elas se contaminarão com outros interesses e perderão sua essência como esporte. Essa é a triste lição que o futebol nos mostra.
    Quanto aos programas de televisão, até perdi a Meia da Corpore, porque foi no mesmo dia da Maratona de Londres. E não me arrependo!
    São mesmo muito poucas provas televisionadas, mas isso não vai mudar mesmo. E os narradores de corridas dão de 10 a 0 em qualquer narrador de futebol. rs
    Valeu pela dica do Boundless, vou me informar a respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também...