mudancaspeixes

E quando a vida resolve mudar o seu pace ?

Escrito por

Martina Vasconcellos Mãe dedicada, esposa apaixonada, triatleta obstinada e educadora física incansável. Professora Academia Fórmula - Grupo Bodytech e cuidadora de portadora de Mal de Alzheimer. Iniciou ainda criança no esporte competitivo com a natação. Depois vieram o bodyboarding, o nado sincronizado, a corrida, e enfim, o triathlon. O impacto da atividade física em sí, das competições, e das pessoas que conheceu através do esporte foram tão fortes e positivos, que hoje, faz de tudo isso sua profissão. Educa pessoas a buscarem qualidade de vida através do esporte e da atividade física. Encontrou no triathlon, mais específicamente nas provas de Ironman, a inspiração que precisava para manter o seu estilo de vida esportivo e saudável. Hoje, os resultados já não são mais tão importantes quanto curtir, aproveitar e aprender com o caminho.

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

9 Comentários

  1. Fabrício Lino disse:

    Belas palavras, belo texto, bela reflexão!!!
    Que os momentos do fim de semana tenham sido úteis e que tenham ajudado neste recomeço!!!

    • Martina Vasconcellos Martina Vasconcellos disse:

      Fabricio ! Vou repetir aqui nas mensagens públicas o que te escrevi por email. Após o fim de semana de treinamento com você, sentei aqui no computador e escrevi este texto em menos de 30 minutos. Algo que não estava conseguindo fazer a mêses. Você foi a minha inspiração. Obrigada !

  2. simone disse:

    Martina. Não te conheço ainda, mas sou amiga da Aline. Li seu texto e fiquei emocionada. Decidi postar umas palavras para te dar força. A vida é assim. Nem tudo é focar no esporte. O foco muda mas a essência da pessoa não. Você é guerreira e está somente focando em outras modalidades da vida. Um dia de cada vez. Não precisa ser perfeita. Basta ser a melhor versão de si mesma e isso você está sendo.

    • Martina Vasconcellos Martina Vasconcellos disse:

      Simone ! Lindas palavras. Muito obrigada. Você captou toda essência do que eu escrevi. É isso mesmo: aceitar as fases da vida e tentar focar sempre na melhor versão de nós mesmos. Fácil não é pra ninguém, todos temos as nossas dificuldades e problemas, mas é possível. E só o fato dessa “possibilidade” te trazer uma vida melhor, já vale a pena tentar. Bjos !

  3. Roberto Stocco disse:

    Que belo texto Martina. Belo porque me deixou mais aliviado com a situação, não tão complicada como a sua, que estou passando.

    Em virtude de um projeto de minha esposa, fiquei incumbido de diversos afazeres, inclusive domésticos (filho, casa, cachorro, mercado etc), que me tiraram o tempo de treinar. Aquela história de que sempre arrumamos um tempo nem sempre cabe em nossas vidas. Estava ficando agoniado pela situação mas não poderia deixar transparecer.

    Recebia email sobre inscrições de corridas e ficava com um sentimento de infelicidade? desapontamento comigo mesmo? . Na verdade não sei bem qual o sentimento.

    Em um certo período “apertei o botão de F.!” e decidi que voltarei aos treinos no começo do ano que vem.

    Sei que muitos passam por este ciclo, mas sempre é bom podermos ver ( neste caso ler) pessoas reais na mesma situação.

    Abraços e bons treinos.
    Roberto

    • Martina Vasconcellos Martina Vasconcellos disse:

      Roberto, obrigada ! E exatamente isso mesmo, vamos passando por situações de vida que nos fazem perceber que as vezes o que vai ter que ficar de fora, é mesmo o treino. E aí complica pra gente por que ( no meu caso, pelo menos) é o “remedinho” diário, a hora do meu prazer, do meu lazer, da minha realização pessoal. E viver a vida sem isso não é fácil. O importante mesmo é tentar não se perder no caminho que é o que acontece com muita gente, infelizmente. Aceitar, refletir e adaptar: é isso que eu estou tentando fazer e acredito que você também !

  4. Najoua Adriana Salomão disse:

    Querida! Que depoimento emocionante! Me identifiquei muito com alguns pontos desse texto, estresse, excesso de trabalho e excesso de futuro! Acredito que tudo depende de nós para que tenhamos força para olha no horizontes e ver uma possibilidade infinita! Tudo tem seu tempo e sua hora! Muita luz no seu caminho!! Bjs flor

    • Najoua Adriana Salomão disse:

      Querida! Que depoimento emocionante! Me identifiquei muito com alguns pontos desse texto, estresse, excesso de trabalho e excesso de futuro! Acredito que tudo depende de nós para que tenhamos força para olharmos no horizontes e vermos uma possibilidade infinita! Tudo tem seu tempo e sua hora! Muita luz no seu caminho!! Bjs flor

  5. Elisa Leão disse:

    Tina lindas palavras! Fizesse com teu depoimento que as dores que tenho sentido nas costas, adivindas das tentativas desnecessárias de carregar o mundo sobre os meus ombros sumissem…Muito insprirador ver sua reviravolta!!! Que possamos nos cruzar em breve na beira mar, correndo, pedalando, ou refletindo sobre a dádiva que nos é dada diáriamente de poder acordar com saúde e consciência do quanto somos especias por estarmos vivos! Grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também...