dor_de_cabeca_02

Sinusite, enxaqueca e intolerância a lactose, o que tem em comum?

Escrito por

É graduada em Direito, professora e consultora ambiental, por opção. Triatleta, maratonista e Ironwoman. Aos 29 anos, sendo 10 dedicados a corrida (asfalto, cross e montanha) e 6 ao triathlon, sua maior paixão é enfrentar grandes desafios. Descobriu nas provas de longa distância sua vocação. Do esporte herdou a paciência, determinação e perseverança, as quais leva consigo em sua vida. Recentemente, transformou a sua própria mãe em uma das corredoras mais rápidas de sua faixa-etária. Impossível? Somente até você conseguir!

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

61 Comentários

  1. Renato Mello Renato Mello disse:

    Ei Vivian, como sempre seus posts são beeeeeem completos e muito esclarecedores. Felizmente não sofro de nada listado acima, mas com certeza vai ajudar muita gente. abs!

  2. alexandra disse:

    Sofri anos com o desconforto causado pela lactose até perceber que o problema era o leite que minha amada mãe me obrigava a tomar. Hoje vivo muito bem com leite com 90% menos lactose. Para mim resolveu. Seu poste é muito bom, completo e responde a muitas dúvidas. Parabéns.

  3. JaquePaulino disse:

    Nossa , post , maravilhoso , estou sofrendo muito de enxaqueca nesses últimos meses , tomando milhões de remédios e sem saber a explicação exames não deram nada !!!
    Eis que aqui vou começar um tratamento

    valeu pela dica

    Beijos

    • Vivian Dombrowski disse:

      Que bom Jaque!
      Procure a orientação de uma nutricionista também, assim poderá fazer as escolhas certas para substituir o leite!
      Bjs

      • Rejane Dalia Maia disse:

        Adquiri intolerância à lactose após seguir a dieta do Ponto Zero. Acontece que abusei e tomei leite demais, além de me entupir de ricota, pois ambos forneciam proteínas de alta qualidade. Atualmente, mesmo o leite da Batavo, sem lactose, me provoca uma espécie de enxaqueca sem dor, mas com todos os outros sintomas. Grata por compartilhar sua experiência. Agora tenho certeza e vou procurar um médico.

        • Vivian Dombrowski disse:

          Olá Rejane!
          O que aprendi com minha alergia foi: o corpo sempre satura daquilo que ingerimos/consumimos muito. Até uma alergia de pele pode surgir em razão de usar por muito tempo um determinado hidratante. Pelo menos foi o que médicos me falaram.
          Acho muito importante você procurar recurso pois uma mudança no cardápio pode te trazer bem-estar novamente. Eu não sei o que é enxaqueca há mais de um ano e olha que eu tinha em torno de 2 crises por semana. Sofri demais.
          Uma dica que eu deixo: se não estiver satisfeita com um médico, procure outro, outro, outro…quem sabe um(a) bom nutricionista, inclusive. No meu caso demorou mas achei profissionais extremamente qualificados.

          Boa sorte!
          Um abraço.

  4. Isabel Garcia disse:

    Há dois anos fiz um tratamento com um fitoterapeuta e iridologista que também me indicou a mesma coisa. Nunca mais tive crises de rinite e as dores de cabeça matinais também se foram.

    Uma coisa muito legal que ele me disse, era a parte ilógica desse comportamente, que o ser humano era o único mamífero que insistia em beber leite depois de crescer e ainda por cima o leite de outro mamífero.

    Com isso, descobri outros tantos alimentos que repõem as vitaminas e o cálcio, muito melhores do que o leite para o meu caso.

    Muito boa a matéria!

  5. Zequinha Monteiro disse:

    Querida Vivian

    Sua marca é a seriedade e competencia no que escreve.
    Muito mais que um post informativo.
    Sou admirador de sua coluna, agradeço por proporcionar uma leitura com muita técnica e consistência.
    Um Ultra Abraço

    • Vivian Dombrowski disse:

      Super obrigada meu caro Zequinha!
      Meu intuito foi ajudar as pessoas para que não sofram o tanto quanto sofri com algo relativamente simples.Se podemos ajudar, por que não? :)

      Tri Abraço!!

  6. Artur Araujo disse:

    Vivian vamos dar as mãos e sair correndo. Eu sentia a mesma coisa, anos e anos sofrendo com isso, até conhecer a minha namorada há 7 anos atrás que também é nutricionista. Foi ela quem resolveu o meu problema ao identificar a intolerância a lactose. Eu era um verdadeiro bezerro, ainda adoro leite, queijos e iogurtes porém, não consumo mais e minha vida melhorou absurdamente desde então. De vez em quando eu tomo um copinho de leite com café pq ninguém é de ferro, mas pago o preço por isso. hahahaha
    De extrema importância seu post, muito esclarecedor e pode ajudar muita gente.

    • Vivian Dombrowski disse:

      Artur, bora sair correndo então…hahaha
      Você bem sabe o problema que é né… O que acho mais triste é médicos não identificarem, assim como vc, no meu caso, foi uma nutri também.
      Eu pago meu preço com uma sobremesa muito de vez em quando ou uma pizza (queijo)…somos humanos, fazer o que..rs

      Obrigada pela contribuição!! Bom saber que temos mais um no barco! Bjo!

  7. Miler disse:

    eu sofro com a sinusite, não é muito constante (e nem diaria)…..mas sofro com cloro, não estava atento a lactose, vou verificar agora, obrigado pela informação ..

  8. Jean disse:

    Parabéns pelo post!
    Muita gente reclama que os médicos não souberam diagnosticar a intolerância, mesmo com anos de consultas e toneladas de exames… Vale ressaltar um dado alarmante: no Brasil, simplesmente nenhuma faculdade de medicina inclui no currículo matérias obrigatórias sobre nutrição e nutrologia. E menos de 30% das faculdades brasileiras reserva matérias opcionais dessas ciências. O resultado óbvio é que, pelo menos no Brasil, pouquíssimos médicos tem qualquer conhecimento (medsmo os mais básicos) sobre nutrição. Apenas os médicos qued se interessam pessoalmente pelo tema acabam pesquisando por conta própria e estudando paralelamente ao estudo convencional da medicina. Isso acaba gerando disparates inaceitáveis. Basta ver as dietas pré e pós cirúrgicas receitadas por médicos e hospitais Brasil afora. Minha tia, por exemplo, por conta de um câncer, teve que retirar mais da metade do intestino grosso. Aéos uma semana apenas na base de soro, a primeira refeição fornecida no hospital (o prestigiado HC, em São Paulo!) foi o seguinte café da manhã: pão branco, manteiga, leite de vaca, café preto e suco industrializado. Cinco venenos altamente prejudiciais para uma pessoa convalescente naquele estado!
    Tudo isso para dizer o seguinte: jamais confie na prescrição alimentar de um médico, e procure a orientação de um nutrólogo ou nutricionista sempre que achar importante. Me desculpem os médicos que realmente sabem sobre nutrição, mas esse cuidado é necessário no Brasil atual onde eles representam certamente menos do que 5% do total de profissionais de saúde.

  9. Alessandra disse:

    Puxa! Que bom ter achado vc! Eu estou prestes a fazer uma cirurgia por causa da sinusite e rinite. E já notei a intolerância a lactose e já relatei isso ao otorrino. Estou consultando um gastro tb. Gostei da leitura, vou fechar o ciclo com um nutricionista e ver se consigo não fazer a cirurgia. Fiquei sem comer leite e derivados por um mês e meio isso após ter uma crise de diarreia e pedi 7 quilos (tenho sobrepeso). A minha qualidade de vida era outra em todos os aspectos, se não fosse pelo excesso de sono nos últimos 15 dias da dieta. E foi quando notei que preciso de alguma coisa do leite talvez o cálcio ou vitaminas A e D como relataram. Valeu!!!

    • Vivian Dombrowski disse:

      Alessandra,
      Que bom receber esse eu comentário!!
      Olha, eu já tive indicação para cirurgia mas o meu tem o agravante do desvio de septo, que não tem nada a ver com a lactose. O problema é que a lactose “inflama” os tecidos, que incham, formam muco e aí incomodam. Depois que cortei totalmente senti grande melhora, conversei com o otorrino e concordamos em esperar. Agora já introduzi o queijo branco (2 fatias finas/dia). E mesmo assim continuo bem. Mas já tem um ano que cortei drasticamente e tenho outra vida. Sem enxaquecas, rinites, inchaços. Entretanto faço acompanhamento (check up rotina) com exames de sangue e minha dieta foi modificada para compensar o cálcio.
      É claro que toda mudança na dieta deve ter acompanhamento médico ou de nutricionista. Jamais fazer por conta!! Cada caso é um caso.
      De qualquer forma, que bom que serviu de informação para você…Espero que fique bem!! E sucesso nos seus projetos!
      Abraços!

  10. fabio roberto de moura disse:

    olá primeiramente gostaria muito de parabenizar!! realmente tirou muito as minhas duvidas eu tenho crises de sinusite de 3 em 3 meses uma loucura sem dizer q chego a ficar 2 semanas com os sintomas já fiz quase de tudo arrumei até uma amante o (soro fisiologico) não desgrudava dela por nada mas lendo o q vc postou percebi q vivo de lactose para vc ter uma ideia eu sozinho consumo 5 caixas de leite por semana adoro frutas batido com leite, danone, chocolate realmente faz muito sentido sou muito grato pelo post. vou fazer isto cortar a lactose da minha vida e viver de forma saudável sem sofrimento pq só quem teve e tem sinusite sabe o qt é constrangedor tanto na vida pessoal qt profissional..

    • Vivian Dombrowski disse:

      Olá Fabio,

      Obrigada pela visita e pela comentário.
      A lactose pode ser uma vilã, realmente. Entretanto, há outros fatores que podem desencadear a sinusite crônica, inclusive anatômicos.
      Se você desconfia que pode ser a lactose, consulte uma nutricionista. Ela vai te orientar como retirar a leites e derivados da sua dieta, sem comprometer a sua necessidade diária de vitaminas e sais minerais. Ou ainda, poderá diagnosticar alguma outra intolerância.

      Um abraço,
      Vivian

  11. Margarida disse:

    Olá!!!
    Nossa, eu nem acredito que li esse post… Tenho enxaqueca há anos e recentemente fui fazer tratamento com acupuntura e ele disse exatamente como o seu médico “corta o leite”. Desde então as crises diminuíram muito. Ainda tenho, mas é emocional (tbm sou estressada rss)…
    O curioso é quando falo que não posso beber leite por causa da cabeça as pessoas não acreditam, riem até…

  12. José Antonio de Barros Leite disse:

    Cara Vivian, o leite fermentado com probióticos (YAKULT/ACTIMEL) também possuem a lactose? Sofro de enxaquecas há 40 anos e agora sem o leite começa a melhorar o corpo como um todo. As crises diminuíram. Mas como falam muito bem dos probióticos, gostaria de saber sua opinião.

    Grato/ José Antonio-Sorocaba-SP

    • Vivian Dombrowski disse:

      Olá José Antonio,

      Sim, leite fermentado tem lactose, assim como o iogurte.
      Se tens a necessidade de probióticos, aconselho a procurar uma nutricionista para substituí-los. Todo “corte” de alimentos de nossa dieta deve ser feito com acompanhamento de nutricionista, para não ficarmos com carência de alguma vitamina ou de sais minerais.
      Mas, no meu caso, há 1,5 ano não sei o que é enxaqueca. Atualmente me permito, de vez em quando e em quantidade moderada, um fatia de bolo, pizza, ou algo que vá queijo. Mas esporadicamente. Chega uma hora que o próprio organismo se habitua e não sente mais falta.

      Obrigada pela visita!!
      Um abraço.

  13. Isa disse:

    Fui na nutricionista semana passada e ela falou corta o leite…. fiquei meio cabreira, mas resolvi cortar… espero que a minha rinite melhore.
    Vc pode me passar o telefone do acupunturista.. moro em Curitiba.
    Parabéns pelo post e pelo blog.
    Abraços

  14. disse:

    Bom dia galera.
    Peço a atenção de todos…
    Estou promovendo um abaixo-assinado pedindo a “lei da lactose” ou seja, obrigar os fabricantes a destacarem nas embalagens dos produtos “contém lactose” ou “não contém lactose”.
    Peço a ajuda de todos é fácil e rápido de assinar. Se possível divulguem no facebook, twitter e via email a todos os seus conhecidos. É uma causa muito importante!

    change.org/leidalactose

    Papo de Esteira por favor ajude-nos a divulgar esse abaixo-assinado!

  15. Neiva disse:

    Devido a essas intolerâncias a lactose,eu faço doces e salgados todos sem glúten e sem lactose para festas e afins,mas isso eu vinha fazendo a muito tempo,porém uma filha estava sempre doente,com todos os sintomas de intolerância a lactose,foi fez o exame e não deu outra,é intolerante a lactose,então agora ela se adaptou as comidas insenta de leite e seus derivados….

  16. Mari disse:

    Tive enxaqueca durante a vida inteira( 55 anos) e ultimamente quase todos os dias. Há mais ou menos 3 meses resolvi largar o glúten e a lactose em solidariedade à minha filha que descobriu que era intolerante. Percebi que a minha cefaléia diminuiu. Eu voltava a comer voltava a dor. Parava de comer, parava a dor. Comecei a ler sobre o assunto e vejo que é possível que a minha dor tenha relação com a alimentação, Vou fazer os exames necessários, mas acredito que resolvi meu problema.

  17. nathi disse:

    só faltou uma coisa ; e quem é alérgico ao leite e tem sinusite sempre, em qualquer clima, mas opta pelo leite SEM lactose ?? pode ?

  18. Jéssica Bueno disse:

    Olá Vivian, me identifiquei muito com sua história e creio que posso estar passando pelo mesmo. Vivo com sinusite/rinite, já fui a vários otorrinos e sempre passam os mesmo remédios que não funcionam efetivamente, já não me lembro como é ter um nariz não obstruído e como se respira normalmente, a ponto de me ”acostumar” com isso. Outro ponto seria o problema com a lactose, procurando um médico e fazendo o exame de intolerância não foi encontrado nada, mesmo passando mal quase que instantaneamente quando como algo com alto teor de lactose (sorvete, doces, bolo, o próprio exame me fez muito mal)

  19. Lucinéia disse:

    Olá,
    Amei ler essa sua colocação sobre intolerância a Lactose, estou sentindo estes mesmos sintomas, vou procurar um médico urgente, não estou aguentando mais.
    Muito obrigada por nos orientar.
    Abraços

  20. jair disse:

    Vivian a mais de 9 anos que sofro com problemas de sinusite
    Ja fiz de tudo pra ficar bom mas até agora nada. . Tratamentos com antibióticos e caseiros mais não adianta. . Todas as noites acordo com dores e febre. .. Acabei de ler a sua história e a que estou fazendo algo errado. .. vou mudar minha alimentação cortar tudo que venha do leite e espero voltar oque eu era antes. . Me deseja boa sorte ora por mim pq ja não aguento mais sofre tanto . Bjs e obrigado pelas preciosas dicas. .. Fica com Deus que ele te abençoe sempre. .. (jair Fernando. ….. da cidade de timbauba /pe)

  21. Nina disse:

    Nossa, obrigada de coração achei que ia morrer, mas amanhã cedinho já vou procurar tudo que tenho direito no convenio, esse post me ajudou muito tinha tantas duvidas tantos remédios pra passar essa sinusite, tantos cuidados e nada… Agora já estou até animada…

    Obrigada Vivian
    Ninaaa

  22. Tati disse:

    Nossa Vivian, é tão bom encontrar casos semelhantes! Passei cerca de 15 anos da minha convivendo diariamente com a rinite alérgica, todos os medicamentos eram paliativos e nada resolvia de vez o problema. Após ir a uma médica homeopata a uns 2 anos atrás, ela me disse para fazer o teste e cortar o leite. Pronto! Isso bastou para minhas crises alérgicas desaparecerem por completo! Como eu só notava os sintomas imediatamente após a ingestão de leite in natura, continuei comendo queijo e vez ou outra me arriscando em um pouquinho de leite em pó que quase não me causavam nada a não ser algumas leves alterações intestinais (eu amo queijo e café com leite, então me arriscava um pouquinho). Mas nos últimos dias tive uma surpresa: passei a sentir dores de cabeça terríveis ao comer queijo, daquelas de deixar de cama mesmo. Acredito que a minha insistência no consumo acabou por piorar a situação, será que pode ter sido isso? A partir de agora vou seguir seu conselho e buscar um profissional para me auxiliar na substituição total dos derivados do leite =(

  23. Mariana disse:

    VIVIAN, MUITO OBRIGADA PELA SUA COLABORAÇÃO! Estou analisando o que tem me causado um mal estar contínuo… Vou conversar com a minha médica e tbm passar numa nutri!!

    GRATIDÃO!!

    Beijos

  24. Weverson disse:

    Parabens pelo post vivian e que muitos possam se beneficiar dessa dica. Gostaria de saber se alguem fez a experiencia e com quanto tempo sentiu melhora. Estou passando por uma situacao semelhante, apos contudas medicas sem sucesso recorri a um medico acupunturista que me deu a mesma dica. Mas estou ha 15 dias sem lactose e ainda nao percebi melhoras significativas. Obrigado a todos!

  25. roberta nunes rodrigues de oliveira disse:

    Olá,Parabéns pelo seu resultado,bom eu fiz o teste de um mês e de fato minha dor de cabeça não voltou,e sintomas de desconforto e diarréia pararam.Consegui minha solução.

  26. Mara Silvia disse:

    Obrigada pelo seu depoimento. Há mais de 40 anos sofro de asma e rinite alérgica. Passei por inúmeras internações, UTI, médicos renomados e nada. Recentemente, assistindo um programa de TV onde se falava da lactose e glúten, resolvi arriscar. A melhora foi considerável para uma pessoa que faz uso contínuo de “bombinha”. Só preciso ser mais aplicada, pois se abuso tenho direito a infecção de garganta e dores abdominais insuportáveis. Um abraço.

  27. priscila disse:

    Pessoal tenho uma filha de 4 anos q tem alergia a proteina do leite de vaca,quando come alguma coisa com leite o nariz escorre e começa uma tosse do nada comoo se fosse gripe ,mas ja esta controlado ela mama o aptamil 3 e nao faz mal,so descobrimos o que era com 2 anos e meio e ate essa idade foi muito sofrimento ate feridas ela deu no corpo .

  28. AndressaD disse:

    Oi, muito boa sua dica, atualmente sofro muito de enxaqueca e os médicos não sabem a causa do mesmo modo que vira e mexe fico ruim do estômago, sofro com dores abdominais causadas por excesso de gases e tenho que adimidir que sou pior que um bezerro tem dia que tomo 1L de leite e algumas vezes apos ingerir um copo já me sinto ruim e acabo vomitando parte do leite ingerido, alem que também sofro com os ites (rinite e sinusite) e lento seu relato acho que me enquadro pelo menos com uma leve intolerância a lactose.
    Vou fazer o teste e ficar uma semana sem ingerir leite ( quanto ao queijo não tenho que me preocupar pois não gosto deles) e ver o que acontece.

    Obrigada

  29. Ione de Marco disse:

    Ratificando o comentário do Jean, também acho lamentável a conduta da maioria dos médiocos, sofro de enxaquecas desde os 7 anos de idade (hoje tenho 43) e neste período consultei vários neurologistas, gastroenterologistas (pois minhas crises sempre vem acompanhadas por vomitos e enjoos), ginecologistas e outros “gistas” mais, foram anos e anos de remédios e tratamentos que não resolveram em nada até descobrir, através de uma nutricionista, que meu problema era com o leite e derivados. Hoje ainda tenho algumas enxaquecas, porém posso afirmar que a melhora foi de 90%. O que me deixa muito indignada e perplexa é que, nestes anos todos nunca, jamais foi comentado por nenhum destes “especialistas” que meu problema poderia ser decorrente da alimentação. Acho lametável, pois sei que, assim como eu, muitas pessoas sofrem durante uma vida toda com problemas cronicos que poderiam ser solucionadas com uma simples mudança de hábitos e nossos queridos médicos sabem, somente, receitar remédios que muitas vezes, geram comissões e lucros à eles………

  30. Marilha dores disse:

    Muito atual esse website. Ai nem me diga de dor na lombar, passei por momentos bem dif

  31. Flávia disse:

    Olá, Vivian!
    Parabéns pelo post. Estou a procura de um bom acunpunturista. Se possível, gostaria de obter o contato do profissional que a acompanha (via e-mail).
    Desde já, agradeço.
    Abraços

  32. Carla disse:

    Olá Vivian! Achei seu post por acaso, buscando uma resposta, no mínimo, plausível para minhas enxaquecas pós-café da manhã, que sempre vem acompanhado de leite, queijo, requeijão etc. Sofro com todas as “ites” que vc possa imaginar: faringite, amigdalite, sinusite e rinite – inclusive estou afastada das minhas atividades profissionais devido uma fariginte grave e princípio de bronquite, é mole?! Moro na região Norte, e nosso clima não é tão agradável como o de Curitiba – 36ºC é brincadeira por aqui. Vc nem imagina o quão esclarecedor foi o seu relato. Nunca ouvi/li uma explicação tão simples e tão esclarecedora. Parabéns pela iniciativa e muito obrigada pela ajuda! Grande abraço.

  33. Aline sem dor disse:

    Que coisa… Ent

  34. Adriano disse:

    Venho lendo muito
    Sobre intolerancia e refluxo , posso
    Dizer que faz tempo que não leio
    Um post tão bacana, obrigado é bom dia

  35. Bruna Gomes disse:

    acabei de ler esse post depois de um desespero de tentar descobrir o que eu tenho pois a um tempo venho sofrendo com os mesmos sintomas, e também tenho tomado remédio fortes que não ta tendo resultado,amei o post, e essa semana vou fazer o teste em casa .

  36. maisa França disse:

    Estou lendo isso sobre a lactose e venho sofrendo a anos já percebi alguma coisa mas não acreditei a cerca de um mês já tinha tirado o glúten e melhores bastante. Mas agora vou tirar o leite p/ ver se vou melhorar espero porque já nem sei mais o que fazer.

  37. Lela disse:

    Oi, ótimo post! Acabo de ser.diagnosticada: 98% intolerante. Você poderia fazer um post sobre a questão da alimentação, essas trocas que vc fez, alimentos que vc come. Vida sem leite e sem sorvete ok. Mas sem queijo e iogurte vai ser difícil, vc não consome.os produtos sem lactose?!
    Abraço!

  38. Luis disse:

    Boa tarde, ha muitos anos que vinha sofrendo de problemas respiratórios, inflamação da garganta, sintomas de sinusite e rinite. Fui submetido a cirurgia e não obtive grandes melhoras. Finalmente descobri o segredo, passados tantos anos. Deixei de beber leite!!! Melhorei bastante e atualmente faço a minha vida normal sem os problemas que tanto me atormentaram.

  39. Douglas disse:

    Achei muito bom essa relação esquisita, que no meu caso, intolerante a lactose perante 2 exames já, retirei muita coisa derivada do leite, mas, mesmo assim ainda tem aquele pãozinho de manhã. Resultado disso são as ocorrências nasais, dor cabeça nas regiões frontais e posteriores.
    Espero estudar mais sobre isso.

  40. Fernanda disse:

    Preciso fazer essa dieta pois sofro com dores terríveis de cabeça e sou intolerante a lactose.

  41. MiltonPereira disse:

    oiVivitenh6essessintomasqueconmentouetambémtenhopanosbrancostenhehaverco0lactose

  42. MiltonPereira disse:

    muitobomvaimeajudarmuito

  43. Amanda disse:

    Tudo isso que você citou eu tenho inclusive fui diagnosticada com dermatite atópica além das dores, estress, rinite e outras coisas qua do como algo com lactose aprece umas marcas no meu corpo que parecem impige e tive MT falta de ar, na piscina tbm fico péssima, eh horrível ter isso, mas ainda não me acostumei e não sabia que os problemas do meu nariz q inclusive pioraram era por causa disso, tbm vou ter que fazer a cirurgia no nariz.. Gostei de ter lido isso o médico já tinha me dito mas eu não queria aceitar. Mas vou me cuidar pq esses dias eu piorei bastante e as manchas aumentaram eh bem feia fica ressecada e meu cabelo cai todinho tudo isso por causa de uma simples lactose..

  44. Gabriele Santos da Rocha disse:

    SUAS CONSIDERAÇÕES SÃO ÓTIMAS! TENHO ENXAQUECA, E PERCEBI QUE SEMPRE FAÇO UM LANCHE COM CHOCOLATE QUENTE, FICO COM ENXAQUECA .
    ABRAÇOS!

  45. Juliana Ribeiro disse:

    Gostei muito das considerações. Também sofro muito com dores de cabeça ao ingerir leite. Observei que quando há mistura de leite com açúcar, um pedaço de bolo por exemplo, as dores pioram e muito. Faz algum sentido?

  46. cosme rodrigues disse:

    Olá bom dia, sugiro que assistam vídeos do Dr Lair Ribeiro ele que é cardiologista e nutrólogo afirma em uma de suas entrevistas que o leite é rico em cálcio, porém muito pobre em magnésio, visto que este seja responsável pela absorvição do cálcio, sendo assim o leite pouco é favorável.

  47. Aline Andradre disse:

    Otimo post.. tbm sofro c todoa esses problemas ,faço acompanhamento com alergologista e sempre q pergunto se minha alergia tem a ver c alimento ele diz q nao ..mas é eu comer um pedacinho de chocate q seja ja comeco espirrar ,isso sem contar na chata da enxaqueca rsrs ..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também...