runner-alone

Correr sozinho ou com um grupo?

Escrito por

É graduada em Direito, professora e consultora ambiental, por opção. Triatleta, maratonista e Ironwoman. Aos 29 anos, sendo 10 dedicados a corrida (asfalto, cross e montanha) e 6 ao triathlon, sua maior paixão é enfrentar grandes desafios. Descobriu nas provas de longa distância sua vocação. Do esporte herdou a paciência, determinação e perseverança, as quais leva consigo em sua vida. Recentemente, transformou a sua própria mãe em uma das corredoras mais rápidas de sua faixa-etária. Impossível? Somente até você conseguir!

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

6 Comentários

  1. Rolual13 disse:

    Olá Vivian ,
    Não que nas demais semanas não seja assim, mas acredito que nesta, os “Deuses do Olimpo” andaram com mais freqüência pela redação dos colunistas do href="http://www.papodeesteira" rel="nofollow">http://www.papodeesteira , iluminando-os a escreverem textos cada vez melhores e, para fechar a semana, esse seu tema tão atual, útil e presente no cotidiano dos corredores sobre correr só ou em grupo, os locais, os riscos, etc… Mais uma vez, parabéns!(virou rotina!)
    Particularmente, prefiro correr só, me concentro mais, dá para pensar no trabalho, na vida, na família e em nada. Parece- me um instante de auto- reflexão, autoconhecimento e, dessa forma, fica até mais fácil perceber cada parte do nosso corpo, dando-nos mais sensibilidade para recuarmos no dia que não estamos tão bem ou acelerarmos naquele dia em que acordamos com fôlego de sobra. Com isso, reduzimos ao máximo ou até mesmo evitamos as lesões. Some-se a isso o fato de gostar de correr pela manhã cedo(às 5h30/ 6h, cedo para mim, pelo menos!), dificultando encontrar parceiros. (Opto por este horário, pois, ainda que tenha imprevistos ao longo do dia, seja no trabalho ou na vida pessoal, a “obrigação” da corrida já está cumprida, sem atrapalhar o nosso treinamento).
    Quanto ao risco, aqui onde corro, na cidade onde moro, temos um açude no centro da cidade, cujo perímetro é de 2,2km; com boa pavimentação ao seu redor e assim, mesmo correndo só, não nos expomos muito aos riscos de assaltos, pois, encontramos pessoas caminhando/ correndo dás 5h da manhã às 22h e um policiamento presente, montado em bicicletas.
    Já quando precisamos fazer os longões, buscamos as BR’s( ou rodovias estaduais), ai sim, fica mais monótono e até mais perigoso correr sozinho, mas como estes são realizados aos finais de semana, é mais fácil conciliar o horário com os dos amigos.
    Outro fator que conta em desfavor das corridas em grupo são as diferentes rotinas e o dia a dia corrido das pessoas, assim sendo, cada um encaixa o horário das corridas onde lhe ficar mais conveniente.
    Seu artigo também deu um exemplo de como formar um grupo de corrida via facebook, copiando a idéia dos colegas de Curitiba.
    Muito bom!
    Abraço

    Rosendo

  2. Hernani Oscar disse:

    Oi Vivian. acho que é de cada um e do momento, mas na média, uma boa companhia é ótimo. Na estrada Caragua-Ubatuba, treinando, em uma reta, longe vi 2 caras correndo, aos poucos fui até que alcancei. Nos cumprimentamos e seguimos, conversamos e perguntaram se eu tb ia para o Hawai. Não só até Ubatuba, rsrsrsrs geral. Nós vamos, pra competir – e vc vem forte e poderia ir. Mas eu só corro, e não faço iron… poxa disse o competidor vc veio fácil e olha que eu vou bem na corrida (o outro era seu treinador), e marcamos outro treino pra natação final da tarde (vcs vão ver que falta treino, sem falar da bike, e aí não daria); mas sem perceber, chegamos ao destino, sem muito cansaço. Se sózinho, acho que não iria direto sem uma paradinha pra almoço… cada momento pode ficar melhor ou não.

  3. Danielli Bridi disse:

    Eu preciso dos dois!

  4. Renato Mello Renato Mello disse:

    Oi Vivian, eu prefiro sozinho, principalmente nos longões, mas confesso que estes são menos sofridos quando feitos com companhia!
    Muitas vezes faço meus treinos de 3 ou 4 horas no parque ibirapuera na pista de terra externa, quase não utilizada, mas às vezes no finalzinho do treino termino meus KMs na pista central, esta sim lotada e com mais motivação!

  5. Aline Martinelli disse:

    Bom, eu sempre treinei sozinha e como foi falado na coluna. Sempre acho que estou atrasando alguém. Treinando sozinha da pra me concentrar melhor no ritmo, ja que to tentando baixar o pace, e tb nao me preocupo em ter q socializar. heheheh

    Gosto assim, qndo faço os longoes, normalmente penso na vida, no que eu to fazendo ali, pq eu nao tava na cama dormindo hehehehe … mas é aquele negocio … ao final, sempre vale a pena.

    Minhas experiencias em correr acompanhada foram só 3 vzs nessa “vida longaaa” de corredora … acho q nao posso falar sobre.

    Mas o importante msm é colocar o tenis e ir correr … afinal vale a pena.

    Bjss

  6. Maria Lourdes dos Santos disse:

    Olá. Gostaria de saber como quem e onde falar, pois estou a procura de um grupo pra correr. obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também...