image

Audax 200k: a prova, a estratégia de suplementação, a vibe, o visual

Escrito por

Aline Carvalho Engenheira por formação, triatleta por opção, dotada de uma mente inquieta típica de filósofos, com grande paixão pela leitura. Tem a psicologia como força motriz de suas relações. Executiva de uma empresa multinacional, concilia sua rotina estressante no trabalho com seus treinos para provas de longas distância, que vão desde maratonas e ultras até Ironman. Conserva um sonho arrojado: disputar o RAAM, uma prova de ciclismo tida como uma das provas mais difíceis do mundo. Em seu curriculo esportivo contam 13 maratonas, 3 ultras, 1 meio Ironman e 2 Ironman. A sua maior emoção no esporte foi completar Comrades Marathon.

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK

2 Comentários

  1. Ricardo Vilaça disse:

    Muito bom seu texto, longo como disse, mas com importantes percepções que somente quem as vivenciou pode compartilhar.
    Esse é o espírito do ciclismo urbano, descontraído, descolado, agregador e também não deixando de lado informações valiosas de treinamento que tanto nos conduzem ao final divertido e feliz.

  2. SEBASTIAO WILSON disse:

    Pelo jeito, vais tirar de letra o PBP 2015. Eu só não sei se este modelo de bike para o PBP seria adequado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também...